a confissão da leoa

Era o que eu mais queria no primeiro dia de descanso universitário. Vir para casa. Estar com quem me quer bem, a minha família. Poder matar saudades, ver a sobrinha mais gira de todas e ler um livro calmamente, no conforto do lar enquanto lá fora o mundo parece que vai acabar. Escolhi-o ainda em casa, ponderei, tirei com calma um da prateleira e vim a viagem toda a roer-me porque o quero começar. Mia Couto foi o escolhido para inaugurar as leituras de 2013. Vão me saber tão bem estes dias, tão bem (ainda por cima  já sei que os quatro primeiros exames foram feitos com sucesso, yupi!).

1 comentário: