Adoro


Adoro pizza. Durante anos andei à procura do porquê e de qual a melhor. E como tudo na vida, nem sempre o mais elaborado ou caro é o melhor. A minha predilecta, descobri à pouco tempo e depois de uns dois anos sem comer nenhuma devido a uma intolerância que surgiu, é a mais simples, molho de tomate, queijo q.b. tomate e rúcula ou mangericão. Em dias de loucura um bocadinho de presunto bom e pem cortado também não fica nada mal. A pizza por si só não é uma inimiga. Alías, pode bem ser uma alimento interessante nutricionalmente. Em casa é sempre mais seguro, mas é uma questão de se pesquisar e ficar a saber onde a massa não é gordurosa, o queijo não ser exagerado e nada de excessos de carnes e derivados*. Legumes se puder ser é o ideal e no caso de crianças pode ser uma forma interessante de os levar a "experimentar" esses verdes tenebrosos!


*parecem mil requisitos que tiram a graça toda, mas não são e até é bem fácil encontrar pizzas assim.

1 comentário:

*C*inderela disse...

Eu também adoro pizza e ultimamente prefiro fazer em casa, sitios como a telepizza andam a perder qualidade a meu ver, sobretudo a cortar em ingredientes como o camarão :P

Bjokas.