Biclas, também quero uma para mim!!!

Hoje arrisquei tudo e peguei bicicleta xpto do N. (com autorização, entenda-se) para ir para o treino e vir. Poupo gasóleo, o ambiente, o bilhete de autocarro e ainda trabalho o rabo, só vantagens. Como o maquinão foi praticamente feito à medida do rapaz não se pode mexer em nada, mas vá lá que aqui os "atletas" são mais ou menos do mesmo tamanho o que torna possível eu chegar aos pedais (não ao chão, mas ele também não, pelos vistos é mesmo assim) e ao guiador, assim bem esticada, mas acredito que ele também, para a posição ser mais aerodinamica. E lá fui eu, um vento desgraçado contra, mas em 20 minutos estava no clube. E foi uma sensação boa. No regresso, com mais confiança com a menina, testei melhor as mudanças, se a roda é tão delicada como parece (tinha a ideia que caia ao mais pequeno buraco) e com vento já mais calmo mas a favor, meu Deus! descobri a adrenalina de andar de bicicleta. A minha cabeça pensava "perigo perigo!!" e o meu corpo pedia mais e lá vim eu que nem uma doida a pedalar feliz da vida.

(Agora tenho a certeza que ficarei com o coração nas mãos cada vez que o N. sair de casa para ir "dar uma volta"....)

5 comentários:

R. del Piño disse...

Por acaso tens razão, gera adrenalina. Para além de que é necessário ter confiança nos condutores alheios, porque numa bicicleta ficamos ao dispor dos mais apressados e com vontade de passar por cima de nós. :-P

nemsabesnoquetemetes disse...

Era uma questão de tempo. Eu cá também sou um entusiasta, mas das de terra e pedra... :)

pedro b disse...

eu gosto bem de bicicletas. tenho de ver se tiro a minha da garagem :)

Carol disse...

a confiança não está fácil, é só doidos! Mas sim, tirem todos as bicicletas e vamos passear :)

Carol disse...

a confiança não está fácil, é só doidos! Mas sim, tirem todos as bicicletas e vamos passear :)