30

Chegar aos 30 estava a ser complicado, no 5º andar, diga-se. Viver os 30 não está a ser mais fácil, no 5º andar, repito. A quantidade de dúvidas, de ses, de incertezas não foi nada do que a minha prima me prometeu. Garantiu-me que os trinta lhe tinham trazido certezas e relaxamento. Não vi nada até ao dia de hoje e já lá vão quase cinco meses. Há algo que me falta e não sei o que é, não sei onde procurar. Aos poucos mudo pequenas rotinas que me trazem alívio, mas falta-me qualquer coisa, qualquer coisa que nem eu sei explicar, pedir ou lutar por. Os 30 não estão a ser pêra doce, no 5º andar, mais uma vez.

Sem comentários: