Pessoas

Enojam-me. Na sua maioria as pessoas enojam-me. É um facto. É mais forte que eu. Acho repugnante ouvi-las a tossir, a espirrar, até respirarem muito perto me dá urticária. Odeio os cabelos sujos a desfilarem por aí, a coçarem os ouvidos cheios de coisinhas brancas e pessoas a sério que acham que o lugar ideal para usar o corta unhas é no autocarro ou na paragem ou até a andar na rua ou num corredor da faculdade?? Não é. O cheiro a gente é nojento, o cheiro a bafio que muitos carregam é assustador. Que é que eu posso fazer? Eu quero viver na minha bolinha protectora. Não vou enganar ninguém. Não quer dizer que o faça sempre. Não tenho culpa, não sou snob, não sou nojentinha, só que as pessoas enojam-me (na sua grande maioria)

2 comentários:

Manuel Jorge Marques disse...

Ui, isso recorda-me os tempos em que apanhava os autocarros pequeninos na Maia, cheios de gente a emanar um odor conjunto de suor acumulado, vinho e tabaco... ugh! (e como o autocarro era pequeno nem havia hipótese de me afastar...)

S* disse...

Poça... eu sou fresquinha.