Quando?

 
Cada semana que passa tenho uma sensação mais acentuada de saudade. Saudade das minhas pessoas. Saudade de estar em casa, ou vontade de ter a casa numa cidade a 300k daqui, mais para sul de preferência. Uma sensação amarga de solidão, embora esteja rodeada de gentes. Uma sensação estranha de não encaixe, embora me persiga há anos, em qualquer cidade, em qualquer lugar. Há uma voz que me diz que esta é uma das consequências da falta de euros que não me permite ir onde quando e como quero com quem quero. É possível. Mas e daí já tive os euros que me permitiam fazer isso e a sensação de desespero, de prisão, de querer deitar tudo ao ar existia e foi o que fiz, para ser sincera. Cada semana que passa custa-me mais um bocadinho. Hoje há jantar de ovelhas e eu estou aqui. Devia estar lá. Para a semana também não devo lá ir e enfim, assim será mais umas semanas. E eu quero fugir. Fugir para um lugar longe, onde nada importe e tudo faça sentido.

3 comentários:

Amelia Pond disse...

hey, se algum dia te apetecer desanuviar, tens casa cá em Lisboa :)

Carol disse...

Obrigada! És uma querida :)

Sofia L. disse...

Provavelmente tens de fazer esse caminho para que tudo se alinhe, algures lá à frente. e mais cedo do que estás à espera. deves estar aí por um motivo forte. tudo vai valer a pena